quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Sobre Missões Modernas


Oi, galera! Neste mês estamos falando de missões, então vamos falar um pouco sobre a história de missões.
Bom, como estamos lendo em nossa “Leitura do Mês”, no livro de Atos, vemos como começou as primeiras ações missionárias, através dos apóstolos, evangelistas e outros discípulos.Já quando falamos de missões modernas, nos referimos as missões evangélicas após a Reforma Protestante. Claro, que elas não surgiram do dia para noite, mas ao longo de anos, através de ações individuais e coletivas, até irem se organizando.
William Carrey é considerado o Pai das Missões modernas, pois foi ele que motivou e mobilizou pessoas e organizou a Sociedade Missionária Batista , que proporcionou uma estrutura para se fazer e financiar missões (saiba mais sobre ele, aqui). Mas Carrey teria sido influênciado por outros missionários, como os Moravianos, que foram uma das primeiras sociedades evangelicas a colocar em prática que a salvação dos perdidos era responsabilidade de toda a igreja e eram “fazedores de tendas”, este termo surgiu devido ao fato do apóstolo Paulo ter trabalhado neste ofício (Atos 18:3) e não ser sustentado pela igreja, então eles trabalhavam para manter seu sustento (saiba mais, aqui).
Hoje em dia, temos várias agências missionárias no mundo todo, enviando missionários para todos os cantos da Terra, para atender os mais diversos segmentos: missões para atingir os jovens, missões para países que proibem o cristianismo ou onde o cristianismo é pouco ou nenhum (é comum ouvirmos falar sobre janelas 10/40, 35/45, que se referem a regiões do globo entre o 2 paralelos citados, onde se encontram países com restrições ao cristianismo). Temos as modalidades de missões transcultural, onde um missionário e enviado para outro país ou região e tem que lidar com uma cultura diferente da sua, e missões urbanas, que são feitas nos grandes centros urbanos.

Versículo do dia: E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.

Um comentário:

Handressa disse...

olá a paz do Senhor!
gostei do propósito do seu blog